Livro Indicado: Seja Líder de Si Mesmo – Augusto Cury

Não tenho muito tempo para ler livros. Com o trabalho e a faculdade fico muito limitada, e os poucos livros que venho lendo são, em sua maioria, didáticos. Mas nem só de trabalho e estudos vive o homem.
Essa semana comecei a ler mais um livro do Augusto Cury. Uma vez fiz uma resenha sobre o livro “Nunca desista dos seus sonhos”, e pude expressar minha opinião sobre o assunto psicologia e auto-ajuda.
Confesso que sou apaixonada pelos mistérios da mente humana, e esse é um dos motivos pelos quais adoro os livros do Augusto. Ele sabe explicar algo científico de forma didática, para leigos.
No livro “Seja Líder de Si Mesmo” a mente humana é retratada como uma peça de teatro, com o ator principal e os coadjuvantes.
O autor divide a mente humana em “Eu”(que deveria ser o ator principal) e os três coadjuvantes: Gatilho de Memória, Autofluxo e Janelas de Memória.
O Gatilho de Memória é o fenômeno que faz com que interpretemos os estímulos ao nosso redor, como por exemplo, imagens de flores, pessoas, objetos, etc.
O Autofluxo é responsável por produzir pensamentos aleatórios em nossa mente.
Janelas de Memórias é onde ficam armazenados os arquivos da nossa memória.
Todos esses são, ou deveriam ser os coadjuvantes no teatro da mente humana. Mas, na maioria das vezes, deixamos os coadjuvantes tomarem conta da nossa mente e o “Eu” fica na platéia de espectador.
Como saber se o seu “Eu” está na platéia? Aqueles que deixam o “Eu” assistir a peça de sua vida são pessoas frustradas, irritadas, depressivas.
Todos nós temos uma propensão à deixar os coadjuvantes atuarem de vez em quando. O problema é que, na maioria dos casos, nos acomodamos com a situação e passamos a só assistir, pois embora seja doloroso, é mais fácil assistir do que agir em uma situação de desconforto emocional e perda.
O livro também traz duas técnicas para ensinarmos o “Eu” a atuar. A primeira é a DCD (Duvidar, Criticar e Determinar) onde toda vez que um pensamento negativo surgir você deve duvidar de sua veracidade, criticar o pensamento e determinar algo positivo.
A segunda técnica consiste na “Mesa Redonda do Eu”, onde você tira pelo menos 15 minutos por dia para avaliar seus pensamentos, atos e ações e também traçar metas.
Esse livro busca enfatizar a criação do “Eu” de forma que você tenha o domínio da situação.

Blog Fabiola Garcia

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s